View: Feminista mas sem colocar rótulos

Eu sempre me considerei contra qualquer tipo de rótulo, ser feminista ou não? Se alguém tivesse alguma opinião super relevante, mas durante a conversa coloca algum tipo de rótulo, e como se a conversa mudasse de passo e não tivesse nenhuma relevância para mim, e a partir daquele momento, é como se eu ficasse contra qualquer coisa que a pessoa venha a dizer. Não tão drasticamente assim, mas no fundo … sim.

Parte porque eu acredito que ninguém é igual, e por mais que a sociedade tenha a tendência de tentar agrupar-nos em taboos e normas, eu prefiro não fazer parte desse grupo.

Quando a mulher se casa nos Estados Unidos, assim como no Brasil, muda o sobrenome para o nome do esposo. Quando eu casei, nem considerei fazer diferente, parte porque é a norma no Brasil, sendo que a maior parte das pessoas fazem o mesmo, e também porque crescendo com o meu sobrenome de solteira (” Coelho Horta”, eu sei.. já ouvi a mesma piada várias vezes. O Coelho que foi na Horta.. quando você ouve tantas vezes, não é tão engraçado, pode crer!)foi sempre parte das piadas dos meu amigos, sendo assim, nem considerei fazer algo diferente.

Hoje em dia, conhecendo algumas pessoas que resolveram manter a individualidade e não mudar o sobrenome, eu vejo algumas dificuldades.  Eu tenho uma amiga que manteve o seu nome de solteira e ela me disse que apesar de não se arrepender na decisão, ela lamenta o fato de que a sociedade não estar pronta para a decisão dela.

Quando ela vai na escola buscar as crianças dela, tem sempre uma dúvida `a respeito se ela realmente é a mãe dos filhos por terem sobrenomes diferentes e quando tem que pegar avião o mesmo problema. Muitas pessoas acreditam que ela nunca casou, por não ter mudado o sobrenome e ficam espantadas ao descobrir que é casada.

O motivo em que eu estava pensando nesse assunto é sobre o fato que hoje em dia muitas pessoas estão mudando um pouco esse modo de pensar, pelo fato de que existem um número de mulheres que estão mantendo os nomes de solteira.

Outro fato que me fez feliz em ouvir, é a mudança no comportamento do mundo empresarial. Existem um número muito maior de mulheres no papel de liderança. Um dos pontos muito interessantes, e do foco da forma em que as mulheres se comunicam, ou da forma como deveriam se comunicar.

No passado algumas frases usadas por mulheres ou não, eram consideradas de um certo modo como fraqueza ou de alguém que não possui o perfil de liderança, pessoas sem confiança. Hoje em dia existe uma mudança da forma em que essas frases são interpretadas.

Como: ” Me desculpe” ,” Eu acho que…” , ” Eu tenho a impressão” , ” Eu tenho a sensação que.. ”

Hoje em dia existe um número bem grande de mulheres estão usando essa ” sensibilidade”, que no passado que era considerado como fraqueza, como uma forma de percepção, tornando mais acessíveis aos colegas de trabalho e se tornando muitas vezes indispensáveis.

Grande avanço, muito bom quando as diferenças nos fazem parte de algo especial!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s